3 dicas de como controlar o diabetes

O diabetes é uma doença crônica, sem cura e de evolução progressiva. Mas, com bom controle da doença, é possível conviver com ela de forma saudável e com ótima qualidade de vida. O que faz a diferença é compromisso que cada um tem em se cuidar de verdade.

Controle o peso:

Ao mudar o estilo de vida e de forma dirigida para para a redução de peso, no caso dos que estão com sobrepeso ou sofrem de obesidade, é decisivo para o controle do diabetes. A redução moderada de peso, equivalente a 5% a 7% do peso corporal, traz melhorias para o controle glicêmico e diminui as chances de necessitar de medicamentos, por exemplo. Ou seja, perder aqueles 5 ou 6 quilos pode trazer mais benefícios do que imaginava. Essa perda o também traz importantes ganhos para o controle de lipídios e pressão arterial.

Inclua as fibras no cardápio:

As fibras são de grande importância para a prevenção e controle do diabetes por atuarem no controle da glicemia, metabolismo de lipídios, sensação de saciedade e controle de peso. As fibras estão presentes no vegetais, como folhas, talos, sementes e bagaços, e os principais alimentos que é possível encontrá-las são frutas, legumes, verduras, leguminosas como ervilha, feijão, grão de bico e lentilha, farelo de aveia e de cevada e semente de linhaça. Outro aspecto das fibras que vem sendo estudado por pesquisadores é a importância do consumo das fibras prebióticas, que são que ajudam na preservação da flora intestinal, que também influencia na ação da insulina. A fibras prebióticas são encontradas em sementes e raízes de vegetais como alho, cebola, chicória, alcachofra, aspargo, graõs de soja, grão de bico, cevada e centeio.

Pratique exercícios físicos cotidianamente:

A lista de benefícios obtidos pela prática de exercícios físicos é realmente extensa para quem possui diabetes. Além dela ser fundamental para a manutenção do peso, ela melhora a composição corporal de forma geral, bem como a resistência do corpo à insulina, reduz o risco de doenças cardiovasculares, os níveis da pressão arterial e até mesmo da necessidade de uso de medicamentos para controle do diabetes 2.

Deixe um comentário