Dieta baseada em plantas

Como o nome sugere, a alimentação composta de plantas consiste em uma dieta baseada em vegetais, em legumes, em frutas e outros alimentos que não sejam carnes.

A alimentação vegana e a vegetariana são exemplos de uma dieta baseada em plantas. Em ambas, opta-se pela ingestão de ingredientes de origem vegetal durante as refeições.

A diferença entre elas está no fato de que pessoas vegetarianas, geralmente, cortam a carne do dia a dia. No entanto, elas ainda podem consumir ingredientes de origem animal, como ovos, leite, queijo e manteiga.

Já a alimentação vegana não possui nenhum prato com produtos derivados dos bichinhos. Além disso, essas pessoas tendem a levar esse costume como um estilo de vida, deixando de comprar produtos testados em animais e itens de couro, por exemplo.

Por mais que muitas vezes o senso comum defenda o contrário, a dieta à base de plantas é extremamente saudável. A carne pode ser substituída por inúmeros alimentos encontrados na natureza e que resultam em receitas deliciosas.

O único cuidado, ao adotar esse tipo de alimentação, é o nível de vitamina B12 no sangue, um composto encontrado em comidas de origem animal, produzido por bactérias. 

Adeptos da dieta vegana, principalmente, devem ingerir comprimidos com o nutriente ou adquirir produtos que tenham a B12 em sua fórmula, a fim de evitar doenças causadas pela escassez da vitamina.

Por fim, é importante destacar que a dieta baseada em plantas também visa diminuir o consumo de processados e de alimentos industrializados, prezando por legumes, verduras, frutas e grãos que sejam naturais e livres de agrotóxicos. Dessa forma, estimula vários benefícios à saúde e ao meio ambiente.

Deixe um comentário