Leite materno: saúde e vínculo amoroso

Amamentar é uma chance valiosa de a mãe criar vínculo amoroso com seu filho. O leite materno é um recurso natural que oferece todos os ingredientes necessários durante os primeiros seis meses de vida. Além disso, amamentar a criança até os dois anos fortalece a imunidade, previne doenças e prepara a musculatura para os sons da fala.

O Círculo Saúde incentiva o aleitamento materno desde a chegada da família ao hospital até o momento da alta, fornecendo orientação e acompanhamento desde o nascimento no Centro Obstétrico até o momento da saída da maternidade. Para fortalecer ainda mais o vínculo mãe-bebê-família, o Círculo mantém importante parceria com os médicos pediatras credenciados, que juntamente com o Círculo incentivam o aleitamento materno.

Contudo, a preparação para o aleitamento materno se inicia antes da chegada do bebê, com o acompanhamento ainda na gestação em conjunto com nossos médicos obstetras durante todo o pré-natal.

Saiba mais

Os bebês até os seis meses de idade devem ser alimentados somente com leite materno, não precisam de chás, sucos, outros leites, nem mesmo de água. Após essa idade, deverá ser dada alimentação complementar apropriada, mas a amamentação deve continuar até o segundo ano de vida da criança ou mais.
Amamentar os bebês imediatamente após o nascimento pode reduzir a mortalidade neonatal aquela que acontece até o 28º dia de vida.
O aleitamento materno na primeira hora de vida é importante tanto para o bebê quanto para a mãe, pois, auxilia nas contrações uterinas, diminuindo o risco de hemorragia. E, além das questões de saúde, a amamentação fortalece o vínculo afetivo entre mãe e filho.
Bebês que são amamentados ficam menos doentes e são mais bem nutridos do que aqueles que ingerem qualquer outro tipo de alimento.
Utilizar substitutos do leite materno, como fórmulas infantis ou leite de outros animais, pode ser um grande risco para a saúde do bebê. Isso ocorre principalmente quando os pais não podem comprar os substitutos na quantidade necessária ou quando a água que utilizam para preparar o alimento não é limpa o suficiente.
Quase todas as mães conseguem amamentar com sucesso. Aquelas que não possuem confiança para amamentar precisam do estímulo e do apoio prático do pai da criança, bem como da família e dos amigos. Agentes de saúde, organizações femininas, a mídia e os empregadores também podem oferecer o seu apoio.
Todos devem ter acesso às informações sobre os benefícios do aleitamento materno. É obrigação de cada governo fazer com que as pessoas tenham acesso a essas informações.

Deixe um comentário