Movimento é Saúde

Fazer uma caminhada ao redor da sua vizinhança pode ser uma das últimas coisas que você tem vontade de fazer, mas também pode ser uma das atitudes mais importantes para te ajudar a evitar um câncer. O exercício regular é uma das principais diretrizes da American Cancer Society para ajudar as sobreviventes do câncer de mama a manter a saúde a longo prazo (manter um peso saudável e ter uma dieta nutritiva são as outras duas). Por que a atividade física é tão importante? “O exercício pode ser seu próprio remédio”, diz Colleen Doyle, MS, RD, diretora-gerente de nutrição e atividade física da American Cancer Society.

Demonstrou-se que a atividade física regular traz muitos benefícios potenciais, incluindo redução do estresse, melhora do humor e menos fadiga, além de ajudar a facilitar a manutenção do peso – tudo o que pode ajudar a melhorar a qualidade de vida de uma sobrevivente do câncer de mama.

Um crescente número de evidências mostra que a atividade física regular pode ajudar a prevenir o retorno da doença. Um estudo histórico de Harvard publicado no Journal of the American Medical Association observou quase 3.000 enfermeiras registradas e sobreviventes do câncer de mama ao longo de 14 anos e descobriu que aquelas que caminhavam de três a cinco horas por semana reduziram o risco de morrer de câncer de mama em comparação com as que caminhavam menos. O benefício foi particularmente aparente em mulheres com tumores responsivos ao hormônio.

A causa e o efeito não são claros, em parte porque os praticantes regulares de exercícios no estudo também adotaram outros comportamentos que possivelmente ajudam a prevenir a recorrência de muitos tipos de câncer, como ter uma dieta rica em frutas e vegetais, mantendo um corpo saudável. índice de massa (IMC), e permanecer no topo das triagens. Mas Michelle Holmes, DrPH, professora associada de medicina e epidemiologia da Escola de Saúde Pública de Harvard e pesquisadora-chefe do estudo, explica por que os exercícios podem ajudar especificamente os sobreviventes do câncer de mama: “Mulheres que se exercitam podem ter níveis mais baixos de estrogênio em seus corpos e muitos tipos de câncer de mama são alimentados por estrogênio”, diz ela. As melhores notícias deste estudo? “O benefício é alcançável. Você não precisa correr uma maratona.”

Deixe um comentário